Banner Anuncie aqui 730×150 (2)
Banner Anuncie Aqui 730×150

O Tiro de Guerra de Jaboticabal enviou notificação a 150 jovens que fizeram o alistamento militar em 2020. Os jovens notificados tem até o dia 27/02 para comparecerem ao Tiro de Guerra a fim de passarem por uma entrevista. O jornalismo da 101 FM falou com Eloisio Dias Siqueira, subtenente do Exército Brasileiro Chefe de Instrução do Tiro de Guerra de Jaboticabal que explicou quais são os procedimentos durante seleção e o que pode acontecer aos jovens que não atenderem a notificação.

Download

Eloisio disse que após a entrevista com os 150 jovens pré selecionados, alguns critérios serão avaliados para definir o grupo de 50 pessoas que fará o Tiro de Guerra em 2020. O militar alertou para aqueles que não atenderem a notificação ficarão em pendência com o Serviço Militar e isso impedirá que o jovem obtenha sua documentação pessoal completa. A obtenção de muitos documentos está atrelada ao Certificado de Reservista ou ao Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI).

Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI), que comprova que o cidadão foi dispensado do Serviço Militar. Certificado de Reservista de 1ª categoria, para quem serviu em Organização Militar da Ativa e atingiu um grau de instrução que permite o desempenho de determinadas funções.

O subtenente falou que o Serviço Militar é muito importante para a formação dos jovens. “O Tiro de Guerra é escola de cidadania e civismo. Foi construído para proporcionar valores aos jovens que estão sendo esquecidos pela sociedade” concluiu o militar.

Quem recebeu a notificação precisa comparecer até o Tiro de Guerra que hoje está funcionando no mesmo prédio da Junta Militar na Rua de maio, 263 – Centro – Jaboticabal, nos seguintes horários: 7h às 11h30 e 13h30 às 16h.

Mais informações
O Tiro de Guerra (TG) é uma instituição militar do Exército Brasileiro encarregada de formar atiradores e ou cabos de segunda categoria (reservistas) para o exército. Os TGs são estruturados de modo que o convocado possa conciliar a instrução militar com o trabalho ou estudo, proporcionando a milhares de jovens brasileiros, principalmente os que residem em cidades do interior do país, a oportunidade de atenderem a Lei e prestarem o Serviço Militar Inicial.

A organização de um TG ocorre em acordo firmado com os Municípios e o Comando da Região Militar. O exército fornece os instrutores (normalmente sargentos ou subtenentes), fardamento e equipamentos, enquanto a administração municipal disponibiliza as instalações.