Na previsão de ontem (24) havíamos informado que o tempo teria presença de muitas nuvens, o que de fato aconteceu, porém, com ventos inesperados e muita poeira. Segundo informações da Estação Agroclimatológica da Unesp de Jaboticabal, esta relação entre vento, falta de chuva e aumento da temperatura causam a baixa umidade do ar, que chegou a atingir a média de 26% às 15h de ontem, sendo que a média ideal para o corpo humano é de 60%.

Céu ficou coberto com poeira na tarde da última segunda-feira (Foto: Via Imprensa)

Céu ficou coberto com poeira na tarde da última segunda-feira (Foto: Via Imprensa)

Umidade do ar

A umidade relativa do ar  é a relação entre a quantidade de água existente no ar e a quantidade máxima que poderia haver na mesma temperatura. Quando a umidade do ar está muito baixa, as pessoas podem sofrer principalmente com problemas respiratórios. Se ela estiver abaixo de 30%, as alergias, sinusites, asmas e outras doenças tendem a se agravar.

Ainda ontem à tarde os ventos chegaram a marcar rajadas de 50 km/h por volta das 17h. De acordo com a Estação Agroclimatológica, os ventos foram coletados a uma altura de dois metros, podendo ser ainda maiores em distâncias mais elevadas.

Previsão do tempo

E hoje (25), finalmente, a previsão é de possibilidade de pancadas de chuva, que podem ocorrer à tarde e à noite. Já a previsão para amanhã (26) é de que o tempo fique apenas nublado.

A temperatura de hoje tem mínima de 16 graus e pode chegar à máxima de 32 graus. Já a umidade do ar fica entre 39 e 86 por cento. As informações são do Clima Tempo.

Ouça a reportagem e a previsão do tempo em Jaboticabal para hoje e amanhã: