Promotora de Justiça da Comarca de Jaboticabal, Ethel Cipele, esteve no local durante a ação (Foto: Reginaldo Coelho/Jornal 101)

Promotora de Justiça da Comarca de Jaboticabal, Ethel Cipele, esteve no local durante a ação (Foto: Reginaldo Coelho/Jornal 101)

Os três primeiros colocados para o cargo de procurador jurídico no concurso público da Prefeitura de Jaboticabal teriam desembolsado cerca de R$ 35 mil para obter boas colocações.

Ouça a reportagem do Jornal 101 com a promotora de Justiça Ethel Cipele, que falou sobre licitação, Ministério Público e suspensão de 90 dias do concurso. Prazo vence em setembro.