A promotora de Justiça da Comarca de Jaboticabal, Ethel Cipele, informou ao Jornal 101 os detalhes da operação “Q.I.”, que aconteceu na região de Ribeirão Preto na manhã de ontem, terça-feira (16). A Polícia Civil e o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) estiveram no Paço municipal e apreenderam documentos referentes ao concurso público realizado por uma empresa de outra cidade.

Promotora de Justiça da Comarca de Jaboticabal, Ethel Cipele, esteve no local durante a ação (Foto: Reginaldo Coelho/Jornal 101)

Promotora de Justiça da Comarca de Jaboticabal, Ethel Cipele, esteve no local durante a ação (Foto: Reginaldo Coelho/Jornal 101)

Ao todo, estão sendo investigadas pela operação “Q.I.” 16 prefeituras e 11 câmaras municipais da região. Em Jaboticabal, a Câmara dos vereadores não está entre os investigados. Na ação conjunta da manhã da última terça-feira ninguém foi preso no município.