Munícipes poderão reclamar ao fiscal de som por anonimato a partir da publicação da lei no Diário Oficial (Foto: Divulgação)

Munícipes poderão reclamar ao fiscal de som por anonimato a partir da publicação da lei no Diário Oficial (Foto: Divulgação)

A perturbação do sossego, um assunto que gera diversas reclamações em Jaboticabal, fez com que os vereados aprovassem um projeto de lei alterando a chamada “Lei do Silêncio”.

Segundo a vereadora Drª Andreia (PSDB), após várias reclamações de munícipes em gabinetes da Câmara Municipal, ela e os vereadores Junior de Vitto (PTC), e Edu Fenerich (PPS), fizeram propostas de mudanças na Lei do Silêncio, que já foi sancionada pelo prefeito Raul Girio (PSDB), porém, ainda não está em vigor por não ter ocorrido a publicação no Diário Oficial do município, devido ao atraso na impressão.

Ouça a reportagem completa com informações da Drª Andreia e do responsável pela fiscalização de som em Jaboticabal, Eduardo Acunã: