empregos 110815

No total, foram 4.305 admissões para 4115 demissões; saldo positivo de 190 empregos formais (Foto: Divulgação)

Mesmo com a crise quando se coloca na ponta do lápis quantas oportunidades profissionais foram abertas e quantas foram fechadas, mais de três mil cidades brasileiras terminaram o primeiro semestre com o saldo positivo na geração de empregos. Entre elas, está Jaboticabal, que teve 4.305 admissões para 4115 demissões – um saldo positivo de 190.

Os números são do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e estão disponíveis no site do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

As atividades que tiveram o melhor desempenho na balança de empregos foram a Indústria de Transformação, com 174 vagas; Construção Civil, com 164; e Serviços, com 98. O pior desempenho ficou por conta do comércio, que fechou o semestre com saldo negativo de 242.

Entretanto, analisando os números pela perspectiva comparativa, a realidade é outra. No mesmo período – de janeiro a junho de 2014 – o sado era positivo de 622 vagas. Esse número caiu para cerca de 70% na geração de empregos.

Entre as cidades mais próximas de Jaboticabal, o desempenho de Sertãozinho foi o pior, com saldo negativo de 916 vagas. Com o segundo pior está Bebedouro, com 661 pontos negativos. Em terceiro, Taquaritinga, com 310 também negativos, e Monte Ato com saldo negativo de 262 negativos.

Já Guariba foi a cidade mais próxima que teve o melhor desempenho, com saldo de 444 empregos.